Aumentar(+)   Diminuir(-)


04/04/2014

Sindicatos denunciam instituições de educação superior por priorizar lucros

Apedido publicado no Correio do Povo
Foto: D3 Propaganda

O Sinpro/RS e os demais sindicatos de professores e funcionários do ensino privado do Rio Grande do Sul (Sintae/RS, Sinteep, Sintee, Sinpro Caxias e Sinpro Noroeste) publicaram o apedido Educação superior privada por trás das aparências, no jornal Correio do Povo, página 6, nesta segunda-feira, 31 de março, denunciando as instituições de ensino superior por priorizar lucros em detrimento dos salários e condições de trabalho. Confira a íntegra do apedido.

NEGOCIAÇÕES SALARIAIS
As negociações entre Sinpro/RS e Sinepe/RS iniciaram no dia 18 de março, com reuniões sempre às terças-feiras, em câmaras distintas para a educação básica e a superior. Os professores reivindicam 8% de reajuste salarial, limitação do número de alunos por turma, regulamentação do trabalho extraclasse, preservação do direito ao descanso, equiparação do valor hora-aula na educação básica e regulamentação das atividades docentes além da sala de aula (estágios, bancas, comissões, reuniões), entre outras. Na última reunião, ocorrida  no dia 25/3, os representantes dos professores rechaçaram as propostas das comissões patronais de repor apenas a inflação aos salários (5.38%) dos professores da educação superior e 6% para os docentes da educação básica. A próxima reunião de negociação acontece nesta terça, 1º de abril.

MOBILIZAÇÃO
Os sindicatos de professores e funcionários vão intensificar as manifestações públicas em Porto Alegre e no interior do estado nesta semana. Também serão realizadas plenárias de professores em várias cidades. No próximo sábado, 5/4, às 11h, professores e funcionários farão uma grande caminhada do Parcão ao Brique da Redenção, em Porto Alegre, por melhoria salarial.

APOIO ÀS REIVINDICAÇÕES
Em reunião com dirigentes do Sinpro/RS, no sábado, 29/3, em Porto Alegre, representantes do diretórios acadêmicos
 e diretório centrais de estudantes da Unisinos, PUCRS, Ulbra, Uniritter, Feevale e da União Estadual de Estudantes (UEE) declararam apoio à campanha salarial dos professores e funcionários. O encontro foi promovido pelo Sindicato para apresentar as reivindicações dos professores e o histórico de reajuste das mensalidades. Nas reuniões em Santa Maria e Pelotas, o Sinpro/RS também ganhou o apoio dos estudantes.
Na sexta-feira, 28/3, alunos do 3º ano do ensino médio do Colégio Monteiro Lobato Boa Vista, de Porto Alegre, anunciaram apoio à campanha salarial dos professores no primeiro dia de lanche pró-formatura. Também na sexta-feira, o Sinpro/RS recebeu ofício da Associação dos professores da UPF, apoiando a campanha salarial.
Pais de estudantes da educação básica também manifestaram apoio à luta dos professores e funcionários na semana passada, em reuniões com dirigentes do Sinpro/RS.
 


Voltar Imprimir Enviar por E-mail   Informar Erro   Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter

Sinpro/RS - Av. João Pessoa, 919 - Farroupilha - CEP 90040-000 - Porto Alegre - RS - Fone (51) 4009 2900 - Fax (51) 4009 2917 - Filiado a CUT, Contee e Fetee/SUL

© Copyright 2006 - 2017, Sinpro/RS - Todos os direitos reservados.