Aumentar(+)   Diminuir(-)

09/1999 - DEZEMBRO/99

Boletim Informativo do SINPRO/RS, entidade filiada à CUT e CONTEE


ASSEMBLÉIA GERAL

PAUTA DE REIVINDICAÇÕES 2000 SERÁ DEFINIDA NO DIA 11

Colega, o Sinpro/RS programou para o próximo dia 11 de dezembro a Assembléia Geral que definirá a Pauta de Reivindicações da categoria para a negociação da Convenção Coletiva de Trabalho 2000. O encontro será às 14 horas, no Instituto de Educação (Avenida Osvaldo Aranha, 527, em Porto Alegre). Além do índice de reajuste salarial, outras reivindicações serão discutidas como a Hora-Ativi-dade, plano de saúde e desconto nas mensali-dades para dependentes de professores.

Conforme discussões já realizadas na Federação dos Trabalhadores em Estabele-cimento de Ensino do Rio Grande do Sul (Fetee/Sul), que congrega as entidades sindicais que fizeram as últimas campanhas salariais unificadas, o início da nego- ciação da Convenção Coletiva do próximo período não será antecipado. A negociação com o sindicato das escolas acontecerá em março.

Também será debatido e definido, na Assembléia do dia 11, o percentual e meses de desconto da Contribuição Assistencial, bem como o orçamento do Sinpro/RS para 2000.

O Sinpro/RS ainda apresentará o estatuto do Fundo Rotativo de Apoio à Qualifi-cação Docente, instituído pelo Sindicato nesse ano e a assembléia elegerá os membros que gerenciarão o programa (Confira matéria neste boletim).

Agende-se e participe. Dia 11, às 14 horas, será o momento de avaliarmos conjun-tamente o ano que passou, definirmos o que será necessário para melhorar nossas con-dições de trabalho e traçarmos os rumos de nossa mobilização.



Saiba o que é a Contribuição Assistencial


Também é conhecida como Contribuição de Dissídio. Cobrada de toda a categoria, independente de associação ao sindicato, pela negociação da Convenção Coletiva, que beneficia a todos os professores também indistintamente, a Contribuição Assistencial sempre mereceu muita atenção no Sinpro/RS. Anualmente, em Assembléia Geral, os professores decidem o índice que será cobrado após a negociação de seu próximo acordo salarial. Há quatro anos o Sinpro/RS vem reduzindo gradualmente os índices de sua Contribuição Assistencial, dentro do objetivo de ter nas mensalidades dos associados sua principal fonte de sustentação. Em 1995, a taxa era de 8%. Em 99 já estava em 4,25%. A Assembléia Geral do dia 11 será o momento para decidirmos o percentual para 2000.






Voltar   Imprimir

Sinpro/RS - Av. João Pessoa, 919 - Farroupilha - CEP 90040-000 - Porto Alegre - RS - Fone (51) 4009 2900 - Fax (51) 4009 2917 - Filiado a CUT, Contee e Fetee/SUL

© Copyright 2006 - 2017, Sinpro/RS - Todos os direitos reservados.