Câmara aprova PNE e propõe investimento de 10% do PIB em educação


Por Comunicação Sinpro/RS
PNE | Publicado em 27/06/2012


A Câmara dos Deputados aprovou por unanimidade nesta terça-feira, 26 de junho, o Plano Nacional de Educação (PNE) com a definição de investimento de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) em educação. Essa é uma antiga reivindicação proposta pelas entidades ligadas à educação, como o Sindicato dos Professores do Ensino Privado (Sinpro/RS), Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino (Contee) e Federação dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino (FeteeSul).

“É uma excelente notícia. As entidades que lutam pela valorização da educação sempre entenderam que este deveria ser o valor investido”, comenta Amarildo Cenci, diretor do Sinpro/RS. Apesar da comemoração, Amarildo salienta que este foi apenas o primeiro passo, pois a medida segue para aprovação no Senado. Se aprovada, o governo tem o prazo de 10 anos, a partir da sanção presidencial, para atingir os 10% de investimentos pretendidos para a educação.

O PNE foi encaminhado pelo Executivo há dois anos e previa investimentos de 7% do PIB, originalmente. O relator, deputado Angelo Vanhoni (PT-PR), sugeriu o percentual de 8%. Com a pressão dos movimentos sociais e entidades ligadas à educação, foi aprovado os 10%. Atualmente o Brasil investe 5% do PIB.