Ocorreu na tarde desta terça-feira, 11, a quinta reunião de negociação entre o Sinpro/RS e o Sinepe/RS.


Por Comunicação Sinpro/RS
Ensino superior | Publicado em 11/04/2017


Ocorreu na tarde desta terça-feira, 11, a quinta reunião de negociação entre o Sinpro/RS e o Sinepe/RS.

Na câmara de educação básica, o indicativo de reajuste salarial foi considerado insuficiente e rejeitado pela comissão dos professores. Além de ser insuficiente, a proposta de reajuste estava condicionada a alteração na limitação de alunos por turma. A reunião abordou ainda a questão relativa às condições de atendimento aos alunos com deficiência, com ênfase na formação dos professores e na necessidade de monitoria.

Na câmara de educação superior, mais uma vez o reajuste salarial foi o centro das discussões, com especial ênfase para o reajuste dos pisos. O Sindicato dos Professores insistiu no reajuste salarial de 7%. A reunião abordou ainda a questão relativa ao plano de saúde. O Sindicato patronal sinalizou melhoria na cláusula. O Sinpro/RS destacou a importância de um calendário unificado de férias para os professores.

A próxima reunião será na terça-feira, 18 de abril.