Rescisões contratuais devem ser acompanhadas pelo Sindicato

A obrigatoriedade é uma conquista das negociações realizadas pelo Sinpro/RS com os sindicatos patronais e consta das Convenções Coletivas de Trabalho e Acordos firmados com os sindicatos patronais

Por Comunicação Sinpro/RS
SINDICATO | Publicado em 25/01/2021


O Sinpro/RS alerta aos docentes que é obrigatória a assistência do Sindicato nas rescisões contratuais
Foto: divulgação

Ao final de cada ano letivo é comum ocorrerem desligamentos nas escolas e instituições de ensino. Para garantia do cumprimento dos direitos dos professores, o Sinpro/RS alerta aos docentes que
é obrigatória a assistência do Sindicato nas rescisões contratuais em todos os níveis de ensino.

A obrigatoriedade é uma conquista das negociações realizadas pelo Sinpro/RS com os sindicatos patronais e consta das Convenções Coletivas de Trabalho, com as instituições de educação básica e superior, escolas de educação infantil exclusiva, escolas de idiomas e nos Acordos Coletivos Plúrimos com as universidades comunitárias.

A direção do Sinpro/RS orienta que os professores fiquem atentos a esta espeficidade e informem ao Sindicato qualquer desconformidade neste sentido.

ACOLHIDA – O Sinpro/RS desenvolve anualmente o Programa de Apoio ao Professores em Fase de Rescisão – Vamos, que consiste na acolhida dos professores desligados, na orientação quanto aos seus direitos e convite à permanência no quadro social do Sindicato.