Sinpro/RS encerra consulta realizada com professores do ensino privado

Realizada em sintonia com as centrais sindicais, a consulta iniciou no dia 18 de outubro e contou com a participação de 1.958 professores.

Por Comunicação Sinpro/RS
Consulta | Publicado em 31/10/2016


Encerrou à meia-noite da última sexta-feira, 28 de outubro, a consulta do Sinpro/RS aos professores associados sobre as principais questões em pauta no cenário nacional: reforma da Previdência, reforma do ensino médio, congelamento dos gastos públicos por 20 anos e terceirização da atividade-fim, além do dia de greve marcada para o dia 11 de novembro. Realizada em sintonia com as centrais sindicais, a consulta iniciou no dia 18 de outubro e contou com a participação de 1.958 professores.

Terceirização na contratação de trabalhadores, inclusive para a atuação na atividade-fim das empresas
91% dos professores se manifestaram contrários e 9% a favor.

Reforma da Previdência, com o estabelecimento da idade mínima de 65 anos para a aposentadoria de homens e mulheres
86% dos professores se manifestaram contrários e 14% a favor.

Congelamento dos gastos públicos em saúde, educação e Previdência
90% dos professores se manifestaram contrários e 10% se posicionaram a favor.

Reforma do ensino médio, com a redução do número de disciplinas obrigatórias e a possibilidade de contratação de profissionais de “notório saber”, sem formação pedagógica, para o exercício da docência
93% dos professores se manifestaram contrários e 7% a favor.

Greve convocada pelas centrais sindicais para o dia 11 de novembro
67% dos participantes são a favor e 33% contrários.

ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA
O Sinpro/RS realizará Assembleia Geral extraordinária no próximo dia 5 de novembro, sábado, às 14h, no auditório do Hotel Embaixador (Rua Jerônimo Coelho, 354), em Porto Alegre. Na pauta, a decisão sobre a participação dos professores do ensino privado na Greve do dia 11 de novembro, proposta pelas centrais sindicais. A plenária também fará uma avaliação das iniciativas do governo federal referidas na consulta, com vistas à definição de um posicionamento formal da categoria.