Aberto o período de indicações ao Prêmio Educação RS

Até 8 de setembro o público poderá enviar ao Sinpro/RS as informações de seus indicados nas categorias Projeto, Instituição e Profissional

Por Comunicação Sinpro/RS
PREMIAÇÃO | Publicado em 15/07/2019


Iniciou em 15 de julho o período de indicações para a nova edição do Prêmio Educação RS. Professores e a sociedade em geral terão até 8 de setembro para enviarem ao Sinpro/RS as informações de seus indicados nas categorias Projeto, Instituição e Profissional. Os três pré-selecionados serão divulgados ainda em setembro. Entre esses, os professores associados ao Sinpro/RS escolherão os vencedores por votação on-line. A solenidade de entrega do prêmio está prevista para o dia 18 de outubro, em Porto Alegre.

O prêmio se caracteriza por abranger amplamente a educação gaúcha, tanto da rede pública quanto do ensino privado, a partir de indicações espontâneas. Neste ano, o processo será o mesmo, cada pessoa poderá escolher apenas uma categoria para fazer a indicação diretamente no site do evento. Podem ser indicados projetos, instituições e profissionais que realizam trabalhos significativos na área da educação.

“Pra nós, do Sinpro/RS, é um privilégio promover uma premiação que, por 22 anos ininterruptos, consagra o trabalho de profissionais, instituições e projetos em todo o estado. São realizações que, muitas vezes, em condições adversas constroem ações que merecem ser destacadas, reforçando o poder transformador do processo educativo”, ressalta Margot Andras, diretora do Sindicato.

O Prêmio se consagra, mais uma vez, como um evento anual que destaca quem faz mais pela educação em todo o estado. Desde seu lançamento, em 1998, pelo Sinpro/RS, já foram agraciados com o troféu Pena Libertária 21 profissionais, 24 projetos e 21 instituições, além de menções honrosas em ocasiões especiais.   

COMISSÃO JULGADORA – A Comissão Julgadora é escolhida anualmente para fazer a seleção das indicações, que também contam com votação on-line. Neste ano, a equipe selecionada para compor a Comissão será divulgada em agosto e contará com representantes de diferentes instâncias, como imprensa, entidades ligadas à educação e cultura, professores e representantes do poder público.