Comissão que discute a isonomia salarial na educação básica tem sua primeira reunião

No encontro, os Sindicatos apresentaram seus argumentos para a correção dos valores pagos aos professores da educação infantil ao ensino médio.

Por Comunicação Sinpro/RS
Sinpro/RS e Sinepe/RS | Publicado em 12/08/2013


A comissão paritária Sinpro/RS e Sinepe/RS para a busca de uma proposta de equiparação do valor hora-aula da educação básica teve sua primeira reunião nesta terça-feira, 06. No encontro, os Sindicatos apresentaram seus argumentos para a correção dos valores pagos aos professores da educação infantil ao ensino médio.

“As comissões concordam em um ponto: é justo que os professores da educação básica recebam o mesmo valor pela hora-aula”, afirma Cecília Farias, diretora do Sinpro/RS. O sindicato patronal alega dificuldades na implementação da isonomia, informação rebatida pelo Sinpro/RS. “Sabemos da complexidade do pedido, mas entendemos que é essencial reparar essa situação discriminatória”, destaca Cecília.

A criação da comissão paritária é uma das conquistas da negociação salarial de 2013. A próxima reunião do grupo será na terça-feira, 13, às 15h30, na sede do Sinepe/RS.